| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

O Pão
Desde: 13/05/2002      Publicadas: 148      Atualização: 07/07/2004

Capa |  AGENDA  |  HEPATITES VIRAIS  |  LEGISLAÇÃO  |  PREVENÇÃO  |  TRANSPLANTE  |  TRATAMENTO


 HEPATITES VIRAIS

  24/04/2004
  1 comentário(s)


Jogadores de futebol são grupo de risco para transmissão da hepatite C

22/04/2004 - 18:43 - Paula Menna Barreto Repórter da Agência Brasil - Brasília - Jogadores de futebol são grupo de risco para a transmissão de hepatite C e para outras doenças transmissíveis pelo sangue. Nos anos 70 e 80, era prática comum entre os esportistas, usar injeções de estimulantes para ajudar no desenvolvimento esportivo. Os jogadores compartilhavam as seringas, o que teria causado a infeção não só da hepatite C, mas de doenças que muitos deles ainda desconhecem.

Uma pesquisa realizada pelo professor universitário Francisco José Dutra Souto, hepatologista da Universidade Federal do Mato Grosso, aponta que 7% dos jogadores pesquisados, estavam infectados. As estatísticas da doença no país não ultrapassam 2%. "Os dados apontam um número bastante alto", diz a coordenadora do programa de hepatite do Ministério da Saúde, Gerusa Figueiredo.

O hepatologista acredita que esse seja um problema de saúde pública. O pesquisador diz que muitos médicos ainda desconhecem essa associação e que os próprios jogadores têm preconceito em relação ao assunto. Para o ex-jogador Péricles Carvalho, que jogou em times do interior de Minas, Goiás e Paraná, o uso de estimulantes era muito comum naquela época. "Eu vi várias vezes. Os jogadores tomavam injeção e compartilhavam a mesma seringa", confirma o ex-atleta. Péricles diz, ainda, que embora hoje em dia a estrutura seja diferente, a prática de injeções estimulantes pelos jogadores de futebol é uma realidade. "Se os top de linha usam, imagina os do interior", diz ele.

O vice-presidente da Federação Metropolitana de Futebol do Distrito Federal, Paulo César Araújo, também confirma a prática daqueles anos. Mas "Paulinho", como é conhecido, diz não acreditar que ainda hoje os jogadores façam uso dessas injeções. "Hoje o atleta é muito monitorado e a prática para desenvolvimento é diferente", diz.

A coordenadora do programa de hepatite do ministério da saúde, não descarta a possibilidade de trabalhar especificamente com o público de jogadores de futebol. A preocupação existe. Em viagem recente a Natal (RN), Gerusa recebeu relatos de casos até de jogadores eventuais de futebol fazendo uso de injeções estimulantes. A coordenadora acredita na prevenção e, para isso, o ministério da saúde vai distribuir planfletos informativos alertando toda a população.

O uso de um alicate de unha, fazer uma tatuagem ou um piercing, se não for de forma adequada, com material esterelizado e descartável, pode transmitir a doença. "A hepatite C é transmitida pelo sangue, qualquer contato deve ser feito com o máximo cuidado", alerta a coordenadora do programa de hepatite. Gerusa diz ainda que entre 70% e 80% das pessoas com hepatite C não apresentam sintomas. Segundo a coordenadora, os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que no Brasil existem três milhões de pessoas infectadas.

O pesquisador Francisco José, aconselha os ex-jogadores a procurarem médicos e fazerem exames para detectar ou não possíveis doenças transmissíveis em decorrência do uso compartilhado das seringas. O estudo, realizdo no Mato Grosso, não pode apontar os dados para todo o país, mas Franciso estima que os índices nacionais possam variar entre 3% e 10% de portadores da doença entre ex-jogadores de futebol, que foram infectados por uso compartilhado de seringas.



  Mais notícias da seção HEPATITE C no caderno HEPATITES VIRAIS
16/05/2004 - HEPATITE C - Parceria auxilia no combate à hepatite C
14 de Abril de 2003 (Bibliomed). Uma parceria entre pesquisadores brasileiros e norte-americanos vai ajudar a identificar e tratar pacientes em estágios iniciais de hepatite C, doença que atinge cerca de 170 milhões de pessoas em todo o mundo. ...
15/05/2004 - HEPATITE C - Hepatite C infectou 4,5 milhões no País.
7/5/2004 - O LIBERAL (PA) - ATUALIDADES - Em todo o mundo, cerca de 200 milhões de pessoas estão infectadas pelo vírus da hepatite C. No Brasil, calcula-se que esse número possa estar hoje em torno de 4,5 milhões, dos quais provavelmente mais de 180 mil no Estado do Pará. E o que é pior: a esmagadora maioria ainda desconhece que está doente. ...
08/05/2004 - HEPATITE C - Ministério da Saúde fará campanha de prevenção da hepatite C.
07/05/2004 - As informações são do Globo Online - O Ministério da Saúde está fazendo uma recomendação às pessoas que sofreram transfusões de sangue há mais de 11 anos e a quem já fez tatuagens ou botou piercings. A partir do mês que vem, elas devem procurar os postos de saúde para fazer o exame que detecta hepatite C. ...
01/05/2004 - HEPATITE C - Epidemiologia da infecção pelo vírus da hepatite C no Brasil
Relatório do Grupo de Estudo da Sociedade Brasileira de Hepatologia - No período de 1960 a 1991, de cada 100 indivíduos receptores de produtos sangüíneos, 5 a 15% destes infectaram-se com o VHC. De acordo com estes estudos, no momento atual o risco de transmissão do VHC por transfusão sangüínea é de 1:103.000, ou seja, quase nulo. Na Itália, a inci...
23/04/2004 - HEPATITE C - Uso de estimulantes injetáveis pode estar ligado à ocorrência de hepatite C entre ex-jogadores de futebol
Abril/2004 - por Raquel Aguiar - Prática comum nas décadas de 1970 e 1980, o uso compartilhado de seringas para a injeção de estimulantes pode estar ligado à ocorrência de casos de hepatite C entre ex-jogadores de futebol. ...
23/04/2004 - HEPATITE C - Perigo para jogador de futebol
Pesquisa realizada pelo hepatologista Francisco José Dutra Souto, professor da Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT) e publicada na revista "Memórias", do Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), indica que o uso compartilhado de seringas para injeção de estimulantes em atletas - uma prática comum nas décadas de 1970 e 1980 - pode estar ligado à ocor...
02/04/2004 - HEPATITE C - Hospital da Unesp registra aumento de casos de Hepatite C
Repórter da Agência Brasil em 02/04/2004 - 16:20...
01/04/2004 - HEPATITE C - Tratamento da hepatite crônica C
HOEL SETTE JR. São Paulo, quarta-feira, 10 de dezembro de 2003 A hepatite pelo vírus C representa um dos maiores problemas de saúde pública da humanidade. É oito vezes mais comum que a Aids e corresponde à principal e crescente indicação para transplante de fígado em adultos nos países ocidentais....
01/04/2004 - HEPATITE C - Hepatite C ameaça tomar lugar da Aids
Especialistas prevêem que doença, que causa cirrose e câncer, pode ter epidemia mundial no próximo milênio São Paulo, Quarta-feira, 27 de Outubro de 1999 AURELIANO BIANCARELLI enviado especial a Lisboa...



Capa |  AGENDA  |  HEPATITES VIRAIS  |  LEGISLAÇÃO  |  PREVENÇÃO  |  TRANSPLANTE  |  TRATAMENTO