| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

O Pão
Desde: 13/05/2002      Publicadas: 148      Atualização: 07/07/2004

Capa |  AGENDA  |  HEPATITES VIRAIS  |  LEGISLAÇÃO  |  PREVENÇÃO  |  TRANSPLANTE  |  TRATAMENTO


 PREVENÇÃO

  20/05/2004
  0 comentário(s)


Desdentados e deprimidos

Toni Marques e Letícia Lins - Aos 24 anos de idade, Aelson da Silva, o Kiko, já perdeu sete dentes. Caminha para se tornar um desdentado, mais um dos 24,5 milhões de brasileiros que não têm mais um dente sequer. Isso representa 14,4% da população do país, segundo pesquisa financiada pela Organização Mundial de Saúde e realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Os dados, divulgados ontem, mostram que, entre as pessoas que têm 50 anos de idade ou mais, 37,8% são totalmente desdentadas. A pesquisa também constatou que 26% das pessoas consideram que seu principal problema é o estado de ânimo - tristeza, depressão, ansiedade e preocupação. Depois, com cerca de 18%, o mal-estar físico ou dores no corpo e dificuldades no sono.

A pesquisa revela que os brasileiros que têm plano de saúde privado estão mais insatisfeitos com o atendimento que recebem do que aqueles que são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Dos entrevistados na pesquisa, 57,8% se declararam insatisfeitos ou muito insatisfeitos com o atendimento de saúde no país, seja ele público ou privado, apesar de 97,3% terem dito que conseguiram ser atendidos na última vez em que precisaram.

Dos clientes de planos de saúde privados, 72% se disseram insatisfeitos contra 53,3% de insatisfação entre os pacientes do SUS.

Realizada de janeiro a setembro do ano passado, a pesquisa mostra que, apesar de no Brasil a fluoretação da água de consumo público ter atingido quase a metade da população em meados dos anos 90, segundo relatório da Organização Panamericana de Saúde, a saúde dentária ainda é um problema nacional, que atinge principalmente os mais pobres. Nada menos que 55,9% das mulheres de baixa renda com 50 ou mais anos de idade já perderam todos os dentes naturais.

'Ou a comida ou a dentadura', diz

Em toda a sua vida, o pernambucano Kiko foi cinco vezes ao dentista do posto público, mas não gostou. Conta que teve de sair de casa antes das 4h para guardar lugar na fila e ser atendido. Há três anos não vai ao dentista: diz que não tem tempo a perder e precisa trabalhar para sustentar os quatro filhos.

Os pais de Kiko, que já morreram, não tinham dentes. Ele diz que, no posto, não ganhou dentadura. A que usa foi dada por um vereador em campanha eleitoral. Uma prótese nova, lembra, custa pelo menos R$ 80:

- Isso dá para alimentar minha família por duas semanas. Para comprar a dentadura teria que passar duas semanas sem comprar comida. Ou a comida ou a dentadura.

Para Célia Landmann Szwarcwald, coordenadora da pesquisa, o tão alto índice de pessoas tristes, preocupadas, deprimidas ou ansiosas não tem explicação individual, mas social:

- É o contexto social, que pode ser desemprego, ou pode ser por estar trabalhando muito e ganhando pouco, ou porque não tem dinheiro para comer, ou, por outro lado, na classe rica, uma pessoa que está trabalhando mas está ameaçada de ir embora.

Levantamento exclui doenças graves

Por questão de metodologia, a pesquisa não trata de doenças mais graves. Assim, dos entrevistados que se dizem com estado de saúde muito ruim ou ruim, a doença de maior incidência é a angina, com 27%, e a esquizofrenia, com 26%. Das pessoas que afirmaram ter recebido diagnósticos, novamente a depressão aparece na frente: 19,3% dos diagnósticos foram de depressão; em segundo lugar está a asma, com 12,1%.



  Mais notícias da seção GERAL no caderno PREVENÇÃO
23/06/2004 - GERAL - Estado de saúde do cérebro estaria condicionado à função do fígado.
23/06/2004 - 11h27 - Espanhóis descobrem hormônio do fígado que beneficia o cérebro - Madri, 23 jun (EFE).- Uma equipe de pesquisadores espanhóis identificou um hormônio no fígado que é o responsável pela formação de vasos sangüíneos no cérebro adulto, o que ajuda a compreender por que o exercício físico beneficia o cérebro, explicou um dos autores...
10/06/2004 - GERAL - OMS alerta sobre difícil acesso a transfusões em países pobres.
Site uol.com.br - 09.06.2004 - A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse hoje, quarta-feira, em Genebra, que 82 por cento da população mundial, que vive nos países em desenvolvimento, não tem acesso regular e seguro às transfusões de sangue. No lançamento do Dia Mundial de Doadores de Sangue, que a partir deste ano será lembrado em 14 de junho, es...
03/06/2004 - GERAL - Doenças hepáticas são segunda causa de morte em homens de 35 a 59 anos.
03/06/2004 - 10h51 - da Folha Online - As doenças hepáticas são a segunda causa de mortes em homens de 35 a 59 anos no Estado de São Paulo. A conclusão é de um estudo divulgado nesta quinta-feira pela Fundação Seade, ligada ao governo do Estado. ...
19/05/2004 - GERAL - ONGs acusam indústria alimentícia de ter debilitado estratégia contra obesidade.
19/05/2004 - 13h15 - Genebra, 19 mai (EFE).- Organizações não-governamentais acusaram hoje, quarta-feira, a indústria alimentícia de ter debilitado, durante as negociações, o conteúdo da estratégia mundial contra a obesidade que é debatido na Assembléia Mundial da Saúde, realizada em Genebra. ...
17/05/2004 - GERAL - Consultórios dentários são focos de contaminação.
Rio de janeiro, sexta-feira, 12 de março de 2004 - Consultórios de dentistas são focos de transmissão de doenças como hepatite B e C, caxumba, HPV, HIV e até herpes genital. O alerta é da biomédica Lusiane Camilo Borges, especialista em biossegurança e controle de infecção hospitalar. ...
02/05/2004 - GERAL - NIDA - TRATAMENTO PARA PROBLEMAS COM DROGAS: TREZE PRINCÍPIOS A SEREM OBSERVADOS.
Como saber se um tratamento para pessoas que têm problemas com drogas é de boa qualidade? TRATAMENTO PARA PROBLEMAS COM DROGAS: TREZE PRINCÍPIOS A SEREM OBSERVADOS. ...
20/04/2004 - GERAL - Efeitos negativos do álcool superam benefícios
20/04/2004 - 14h21 - da France Presse, em Wiesbaden (Alemanha) - Os efeitos negativos do consumo de álcool superam amplamente os positivos, afirmaram nesta terça-feira vários pesquisadores que participam do Congresso de Médicos Generalistas da Alemanha. Um paciente com hepatite C não deve beber sequer uma gota, mas uma pessoa saudável pode ingerir ...
16/02/2004 - GERAL - Diabéticos correm mais risco de desenvolver câncer no fígado
16/02/2004 - 12h59 - da Folha Online - Com informações da Agência Fapesp - Os diabéticos têm um risco 100% maior de desenvolver câncer e outras doenças crônicas no fígado, sugere uma pesquisa publicada na edição deste mês da revista da Sociedade Americana de Gastroenterologia. ...
06/04/2004 - GERAL - Os Riscos de Fazer Piercings e Tatuagens
O uso tanto de tatuagens quanto de piercings tem seu preço. A pessoa se expõe a riscos de contaminação por bactérias que causam infecções como impetigo ou por vírus que causam doenças como a hepatite, a Aids, a sífilis e muitas outras....



Capa |  AGENDA  |  HEPATITES VIRAIS  |  LEGISLAÇÃO  |  PREVENÇÃO  |  TRANSPLANTE  |  TRATAMENTO