| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

O Pão
Desde: 13/05/2002      Publicadas: 148      Atualização: 07/07/2004

Capa |  AGENDA  |  HEPATITES VIRAIS  |  LEGISLAÇÃO  |  PREVENÇÃO  |  TRANSPLANTE  |  TRATAMENTO


 PREVENÇÃO

  19/05/2004
  0 comentário(s)


ONGs acusam indústria alimentícia de ter debilitado estratégia contra obesidade.

19/05/2004 - 13h15 - Genebra, 19 mai (EFE).- Organizações não-governamentais acusaram hoje, quarta-feira, a indústria alimentícia de ter debilitado, durante as negociações, o conteúdo da estratégia mundial contra a obesidade que é debatido na Assembléia Mundial da Saúde, realizada em Genebra.

Segundo as ONGs, dita indústria exerceu pressões sobre vários governos, particularmente de países desenvolvidos, para "suavizar" o texto final que 192 países preparam para adotar e que busca combater a obesidade através de dietas saudáveis e exercício físico.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que as doenças cardiovasculares, o diabetes e alguns tipos de câncer, vinculados ao excesso de peso, são algumas das principais causas de mortalidade nos países ricos e começaram a ser também um sério problema nas nações em desenvolvimento.

A resposta da OMS foi propor a seus 192 membros uma estratégia global que permita informar melhor os consumidores sobre os riscos dos alimentos com altos conteúdos de gordura, açúcar e sal.

Uma vez incorporada nas políticas e nas legislações nacionais, a estratégia permitiria promover através de ações públicas dietas saudáveis e atividades para reverter a tendência ao sedentarismo, particularmente nas áreas urbanas.

A representante da ONG americana Infact, Kathryn Mulvey, sustentou que o governo dos Estados Unidos se opôs durante as negociações a vários dos principais aspectos dessa estratégia, como os referentes à proibição da publicidade da chamada "fast food".

"Os Estados Unidos e a indústria alimentícia preferiram introduzir disposições que livram as empresas da responsabilidade e a centram nos indivíduos", segundo a ONG.

Mulvey afirmou que "mais uma vez o governo dos Estados Unidos priorizam os benefícios de uma poderosa indústria em detrimento da vida das pessoas".

Por outro lado, a organização indiana "A Voz do Consumidor" disse que a indústria alimentícia "está conduzindo o mundo a uma epidemia de obesidade através da promoção da fast food, enquanto arruina as medidas para proteger a saúde".

O representante dessa ONG, Bejon Misra, sustentou que 90 por cento dos alimentos que a Índia importa "violam as leis sobre etiquetagem, pois não oferecem a informação adequada ao consumidor".

Ele criticou, além disso, que a estratégia contra a obesidade da OMS não estabeleça mecanismos de responsabilidades em seu cumprimento pelos governos nem pelo setor privado.

Segundo cifras fornecidas pela Infact, a indústria alimentícia gasta no mundo cerca de 33 bilhões de dólares ao ano em publicidade e outras formas de promoção de seus produtos.

Desse valor, "cerca de 70 por cento é dirigido à publicidade de refrigerantes, balas, bebidas alcoólicas e doces em geral", afirma a ONG americana.



  Mais notícias da seção GERAL no caderno PREVENÇÃO
23/06/2004 - GERAL - Estado de saúde do cérebro estaria condicionado à função do fígado.
23/06/2004 - 11h27 - Espanhóis descobrem hormônio do fígado que beneficia o cérebro - Madri, 23 jun (EFE).- Uma equipe de pesquisadores espanhóis identificou um hormônio no fígado que é o responsável pela formação de vasos sangüíneos no cérebro adulto, o que ajuda a compreender por que o exercício físico beneficia o cérebro, explicou um dos autores...
10/06/2004 - GERAL - OMS alerta sobre difícil acesso a transfusões em países pobres.
Site uol.com.br - 09.06.2004 - A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse hoje, quarta-feira, em Genebra, que 82 por cento da população mundial, que vive nos países em desenvolvimento, não tem acesso regular e seguro às transfusões de sangue. No lançamento do Dia Mundial de Doadores de Sangue, que a partir deste ano será lembrado em 14 de junho, es...
03/06/2004 - GERAL - Doenças hepáticas são segunda causa de morte em homens de 35 a 59 anos.
03/06/2004 - 10h51 - da Folha Online - As doenças hepáticas são a segunda causa de mortes em homens de 35 a 59 anos no Estado de São Paulo. A conclusão é de um estudo divulgado nesta quinta-feira pela Fundação Seade, ligada ao governo do Estado. ...
20/05/2004 - GERAL - Desdentados e deprimidos
Toni Marques e Letícia Lins - Aos 24 anos de idade, Aelson da Silva, o Kiko, já perdeu sete dentes. Caminha para se tornar um desdentado, mais um dos 24,5 milhões de brasileiros que não têm mais um dente sequer. Isso representa 14,4% da população do país, segundo pesquisa financiada pela Organização Mundial de Saúde e realizada pela Fundação Oswald...
17/05/2004 - GERAL - Consultórios dentários são focos de contaminação.
Rio de janeiro, sexta-feira, 12 de março de 2004 - Consultórios de dentistas são focos de transmissão de doenças como hepatite B e C, caxumba, HPV, HIV e até herpes genital. O alerta é da biomédica Lusiane Camilo Borges, especialista em biossegurança e controle de infecção hospitalar. ...
02/05/2004 - GERAL - NIDA - TRATAMENTO PARA PROBLEMAS COM DROGAS: TREZE PRINCÍPIOS A SEREM OBSERVADOS.
Como saber se um tratamento para pessoas que têm problemas com drogas é de boa qualidade? TRATAMENTO PARA PROBLEMAS COM DROGAS: TREZE PRINCÍPIOS A SEREM OBSERVADOS. ...
20/04/2004 - GERAL - Efeitos negativos do álcool superam benefícios
20/04/2004 - 14h21 - da France Presse, em Wiesbaden (Alemanha) - Os efeitos negativos do consumo de álcool superam amplamente os positivos, afirmaram nesta terça-feira vários pesquisadores que participam do Congresso de Médicos Generalistas da Alemanha. Um paciente com hepatite C não deve beber sequer uma gota, mas uma pessoa saudável pode ingerir ...
16/02/2004 - GERAL - Diabéticos correm mais risco de desenvolver câncer no fígado
16/02/2004 - 12h59 - da Folha Online - Com informações da Agência Fapesp - Os diabéticos têm um risco 100% maior de desenvolver câncer e outras doenças crônicas no fígado, sugere uma pesquisa publicada na edição deste mês da revista da Sociedade Americana de Gastroenterologia. ...
06/04/2004 - GERAL - Os Riscos de Fazer Piercings e Tatuagens
O uso tanto de tatuagens quanto de piercings tem seu preço. A pessoa se expõe a riscos de contaminação por bactérias que causam infecções como impetigo ou por vírus que causam doenças como a hepatite, a Aids, a sífilis e muitas outras....



Capa |  AGENDA  |  HEPATITES VIRAIS  |  LEGISLAÇÃO  |  PREVENÇÃO  |  TRANSPLANTE  |  TRATAMENTO