| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

O Pão
Desde: 13/05/2002      Publicadas: 148      Atualização: 07/07/2004

Capa |  AGENDA  |  HEPATITES VIRAIS  |  LEGISLAÇÃO  |  PREVENÇÃO  |  TRANSPLANTE  |  TRATAMENTO


 TRATAMENTO

  19/05/2004
  0 comentário(s)


Mulheres vivendo com o HIV denunciaram a falta de kits para testes de hepatites virais em quase todas as regiões do país.

MINISTÉRIO DA SAÚDE - SECRETARIA DE POLÍTICAS DE SAÚDE - COORDENAÇÃO NACIONAL DE DST E AIDS - 19/05/04 - Transmissão Vertical - João Pessoa pede "compromisso e ética" na luta contra a aids. Terminou hoje, em João Pessoa, o I Congresso Brasileiro de Transmissão Vertical do HIV e outras doenças sexualmente transmissíveis (DST).

Os 1200 profissionais de saúde, gestores e pessoas vivendo com o HIV, entre elas cerca de 120 mulheres, aprovaram um documento final onde pedem compromisso e ética na melhoria da qualidade dos serviços prestados à população.

As mulheres vivendo com o HIV, que realizaram um evento paralelo ao Congresso, denunciaram a falta de kits para exames de carga viral, CD4, testes rápidos do HIV e da sífilis e testes de hepatites virais em quase todas as regiões do país. Segundo elas, quando os exames são feitos, a entrega dos resultados demora de três a quatro meses, dificultando a continuidade do tratamento. Elas reclamaram, também, da concentração dos serviços nas capitais.

A "Cidadãs PositHIVas", nome da organização nacional que luta pelos direitos das mulheres portadores do HIV, denunciou também a falta de medicamentos para doenças oportunistas e DST; suplementos alimentares e até anti-retrovirais em determinadas regiões.

Sobre o atendimento médico, as mulheres se queixaram da falta de profissionais especializados nos serviços de atendimento às pessoas vivendo com o HIV; precariedade no aconselhamento para teste rápido para gestantes e diagnóstico da sífilis; e falta de leite fórmula infantil para crianças cujas mães têm o vírus da aids.

Problema na ponta

Tanto os problemas denunciados pelas "Cidadãs PositHIVas", quanto a baixa cobertura do diagnóstico e tratamento da sífilis e do HIV em gestantes (apenas 38% delas estão sendo acessadas), resultam de uma má atuação dos gestores de saúde na etapa final de atendimento. Esta foi a conclusão final do evento, que pediu empenho dos profissionais de saúde e dos gestores estaduais e municipais para cumprimento das metas do Programa Nacional de DST/Aids.

A compra dos remédios anti-retrovirais é de responsabilidade do governo federal, que atende à demanda solicitada pelos gestores estaduais. O leite fórmula infantil e os insumos para controle da transmissão vertical do HIV e da sífilis, dos testes de carga viral e CD4, bem como dos remédios para doenças oportunistas, são de responsabilidade dos estados. E não há falta de recursos para a compra de remédios e insumos.

Para o governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima, que participou da abertura do evento, "mais do que cifras, precisamos de compromissos. E mais do que de compromissos políticos, precisamos de compromissos éticos. Para gerar justiça e promover a igualdade de todos os cidadãos".

A fala do governador deu título à Carta de João Pessoa, onde os congressistas pedem mais empenho dos profissionais de saúde no atendimento às pessoas vivendo com o HIV/Aids e mais compromisso dos gestores locais para que não haja falha no sistema.

A carta pede especial atenção nas regiões norte e nordeste na execução das proposições acima, tendo em vista a baixíssima cobertura da atenção às gestantes vivendo com HIV/aids nestas regiões, onde a epidemia avança mais que nas demais regiões do país, principalmente entre as mulheres.

Estima-se que o Brasil tenha 17.200 gestantes soropositivas/ano. Dessas, apenas 6.661 foram tratadas no ano passado. O nordeste tratou apenas 13,9% dos casos; o norte, 20,9%; o centro-oeste, 35,7%; o sudeste, 45,4% e o sul, 53,9%.

Mais informações: Assessoria de Imprensa do Programa Nacional de DST/Aids - João Pessoa - Márcia Lage - 61. 9986.9418 - Brasília - 61.448.8100 (Eliane Gonçalves/Javier Martinez/Christiane Dias.



  Mais notícias da seção DST AIDS HEPATITES B e C no caderno TRATAMENTO
18/05/2004 - DST AIDS HEPATITES B e C - Vírus inofensivo prolonga a vida de soropositivos.
04/03/2004 - 10h49 - da Folha Online - A infecção prolongada por um vírus inofensivo está relacionada ao aumento da longevidade entre homens contaminados pelo vírus da Aids. ...
16/05/2004 - DST AIDS HEPATITES B e C - Pessoas com AIDS podem se curar de hepatite C, diz estudo.
Atualizado às: 13 de março, 2004 - 11h41 GMT (08h41 Brasília) - Denize Bacoccina - De São Paulo - Temía-se que remédios para hepatite C interferissem com tratamento para a Aids Um estudo mundial com pacientes com os vírus da Aids e da hepatite C mostra que a hepatite C pode ser curada em 40% dos casos com o uso dos mesmos remédios utilizados em p...
02/05/2004 - DST AIDS HEPATITES B e C - Infecção por hepatite G pode ajudar portadores de HIV, diz estudo.
04 de março, 2004 - 14h57 GMT (11h57 Brasília) - Ser infectado por um tipo de hepatite pode ajudar os portadores do vírus HIV a viverem por mais tempo, segundo estudo feito nos Estados Unidos. ...
02/05/2004 - DST AIDS HEPATITES B e C - Pessoas com AIDS podem se curar de hepatite C, diz estudo.
13 de março, 2004 - 11h41 GMT - Denize Bacoccina De São Paulo - Um estudo mundial com pacientes com os vírus da Aids e da hepatite C mostra que a hepatite C pode ser curada em 40% dos casos com o uso dos mesmos remédios utilizados em pacientes que não têm Aids. ...
06/04/2004 - DST AIDS HEPATITES B e C - Acordo multilateral prevê distribuição de remédios baratos contra a Aids
06/04/2004 - 15h34 - Os preços reduzidos já estão em vigor em 16 países do Caribe e da África, participando cinco fabricantes de remédios genéricos (as companhias indianas Ranbaxy, Hetero Drugs, Cipla e Matrix e a sul-africana Pharmacare Holdings). Os preços dos exames também serão reduzidos por outras cinco empresas (Bayer, bioMérieux, Roche, Beck...
13/03/2004 - DST AIDS HEPATITES B e C - Pessoas com AIDS podem se curar de hepatite C, diz estudo
Denize Bacoccina de São Paulo em 13 de março, 2004 - Temía-se que remédios para hepatite C interferissem com tratamento para a Aids...



Capa |  AGENDA  |  HEPATITES VIRAIS  |  LEGISLAÇÃO  |  PREVENÇÃO  |  TRANSPLANTE  |  TRATAMENTO